O QUE É EXPOSIÇÃO RESULTADOS CÂMERA ESCURA PINHOLE FOTOGRAFIA PLANALTINA REFERÊNCIAS MULTIMÍDIA MEMORIAL EXPEDIENTE CONTATO

Casa Grande e Senzala

Originalmente, a legenda desta fotografia era “O sol do fim da tarde traz novo brilho para o Museu”. Após a exposição, foi selecionada a seguinte frase para representar a imagem: “Casa-grande e Senzala”. A legenda remete ao título do livro do antropólogo Gilberto Freyre, “Casa-grande & senzala: formação da família brasileira sob o regime da economia patriarcal”. A obra descreve as relações entre negros, brancos e as famílias na formação do brasileiro. O autor vê a Casa-grande, onde residia a família do Senhor de Engenho, como complementar à senzala, onde habitavam os escravos. Assim, as duas construções formam “um sistema econômico, social, político: de produção [...]; de trabalho [...]; de religião [...]; de vida sexual e de família [...]; de política” (FREYRE, 1978:XXIX).

Portanto, a legenda, torna presente os significados deste período histórico (séculos XV e XVI), muito retratado nas telenovelas brasileiras. Dentre os personagens da Casa-grande e da Senzala, podem ser lembrados: o senhor de engenho, as sinhazinhas, os capitães do mato, os escravos e as mucamas. Inclusive, uma das legendas, “Sentindo o cheiro do fumo de rolo que vovô fumava...”, remete a um hábito cultural originário do período rural brasileiro. O fumo de rolo é escuro, devido ao alto teor de nicotina, e vendido em corda.

Além disso, o valor de índice aparece marcadamente nas outras legendas, uma vez que há recorrência da palavra Sol nos textos e o brilho do astro está evidente na fotografia. São 22 legendas (quase 18%) que mencionam o Sol, o brilho, a luz ou o céu. Exemplos destas são: “céu de brigadeiro”, “Pôr-do-sol em cidade pequena é assim: contemplativo” e “Reluz o Sol em memória do passado planaltinense”.

Cabe destacar que não houve outras legendas que apontassem para algum elemento mitológico ou de intertextualidade. O que enfatiza a possibilidade referida anteriormente. Isto é, quanto mais evidente o referente na fotografia, menor o espaço para interpretação, pois o olhar do participante se conduz pelo índice impresso na imagem.