O QUE É EXPOSIÇÃO RESULTADOS CÂMERA ESCURA PINHOLE FOTOGRAFIA PLANALTINA REFERÊNCIAS MULTIMÍDIA MEMORIAL EXPEDIENTE CONTATO

Céu e Inferno

No princípio, a legenda desta fotografia era “A amarelinha no chão da praça permanece impassível, enquanto o entorno se deforma” e o texto “Céu e Inferno” foi selecionado após a contribuição dos participantes. Ao total, foram oito legendas (7%) com referência ao céu. A recorrência pode ser explicada porque a palavra “céu” da amarelinha está centralizada e ampliada na fotografia, atraindo o olhar do público.

O céu, segundo a tradição cristã, seria a morada dos justos e o inferno, o local de castigo dos pecadores, conforme a seguinte passagem bíblica: "e estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna" (BÍBLIA, Evangelho de Mateus, 25:46). O céu, ou firmamento, seria formado por material sólido. Alguns textos o descrevem como apoiado em colunas, que desabariam durante o apocalipse (BORN, 1985:266-267).

Por outro lado, o inferno receberia os pecadores e anjos caídos para punição eterna. Um elemento muito associado ao inferno é o fogo inextinguível (BORN, 1985:728-730). Dessa maneira, os participantes da exposição conseguiram identificar na praça e na brincadeira de criança a recompensa e o castigo, que se complementam em muitos momentos da convivência humana e educação infantil.

A criança, relacionada às brincadeiras e ao período a infância, é um tema recorrente nas legendas. Esta idéia aparece em 52 legendas (45,5%), como: “fragmento de infância”, “diversão ao ar livre, bons tempos”, “jeu d’enfant” (ou jogo de criança), “bem-aventuradas as criancinhas”, “amarelinda” e “a infância grafada na praça”. A associação ocorre tanto pela relação do jogo amarelinha com a infância, como também o uso da praça como um espaço de brincadeira de criança.